Eleição no Chile é um ‘exemplo poderoso’ para o mundo, diz Biden ao presidente eleito Boric


WASHINGTON — As eleições livres e justas do Chile são um “exemplo poderoso” para a América Latina e para o mundo, disse o presidente dos EUA, Joe Biden, ao líder esquerdista Gabriel Boric. Biden ligou para Boric, nesta quinta-feira, para parabenizá-lo pela sua eleição à Presidência, no último dia 19, como informou a secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, em um comunicado.

Leia mais: Quem é Gabriel Boric, o ex-líder estudantil que foi eleito presidente do Chile

Segundo Jen, os dois líderes discutiram seu compromisso comum com justiça social, democracia, direitos humanos e crescimento.

“O presidente [Biden] aplaudiu as eleições livres e justas do Chile como um exemplo poderoso para a região e o mundo”, disse a secretária de imprensa da Casa Branca.

A vitória de Boric representou um avanço para a esquerda da América Latina, reforçando as conversas sobre uma nova “maré rosa” na região, à medida que a pobreza crescente — alimentada pela pandemia de Covid-19 — direciona os eleitores para aqueles que prometerem reformas econômicas que favoreçam um governo maior e mais gastos sociais.

E mais: Chile escolhe entre esquerda e extrema direita em eleição que põe em jogo processo de transformação social

Biden também destacou a importância da cooperação EUA-Chile para promover uma recuperação da pandemia e para enfrentar a ameaça representada pela mudança climática.

O presidente americano ofereceu ainda suas condolências pela morte da chilena Valentina Orellana-Peralta, de 14 anos, que foi morta a tiros em uma loja de North Hollywood em 23 de dezembro, quando um policial abriu fogo contra um homem que estava atacando outro comprador. Valentina nasceu e foi criada em Santiago, e chegou aos EUA há seis meses com sua mãe para visitar uma irmã mais velha, informou o Los Angeles Times.

Em sua conta no Twitter, Boric comentou sobre a conversa com Biden:

“Acabo de receber uma chamada do presidente dos EUA. Além da alegria compartilhada por nossos respectivos triunfos eleitorais, conversamos sobre desafios comuns como comércio justo, crise climática e fortalecimento da democracia. Continuaremos conversando.”



Source link

Leave a Comment