Vídeos: Incêndios de grandes proporções faz governo do Uruguai declarar emergência climática


MONTEVIDÉU  – Fortes incêndios vêm atingindo o Uruguai desde os últimos dias do ano, em decorrência da seca e da forte onde de calor que assola o país. Estima-se que mais de 4 mil hectares foram afetados pelos últimos incêndios, o que fez o Ministério da Pecuária uruguaio a declarar emergência climática.

Os primeiros registros ocorreram na região litorânea entre Montevidéu e Punta del Este. As chamas se concentram em Fortín e em Parque del Plata. O incêndio fez com que bombeiros, Ministério do Interior, Força Aérea, Exército e voluntários medissem esforços para combater as chamas em duas regiões do país.

Leia mais: Asteroide quase três vezes maior que o Cristo Redentor vai passar próximo da Terra em janeiro

Na cidade de Canelones, o incêndio não deu trégua para o corpo de bombeiros, que seguiram trabalhando para tentar cessar os focos de fogo que eclodiram na última quinta-feira. Na área de El Fortín os danos estão estimados em cerca de 100 hectares, explicou o porta-voz do corpo de bombeiros, Pablo Benitez, agradecendo o trabalho de vários moradores que vieram colaborar com a área.

Segundo Benitez, os focos em Canelones estão sob controle e os trabalhos de resfriamento continuam. Entretanto, o incêndio que atingiu Algorta, em Rio Negro, avançou para a região de Piedras Coloradas, em Paysandú, e está fora de controle.

— Embora tenha sido razoavelmente controlado, o incêndio passou perto de Orgoroso. Estabelecemos um dispositivo de tropas e maquinários para proteger a cidade caso o fogo ficasse muito próximo. Não chegou e continuou até Piedras Coloradas, e os incêndios continuam a avançar em proporções catastróficas — disse o porta-voz.

Veja também: Confundida com invasor, filha é assassinada a tiros pelo pai na garagem de casa nos EUA

Em atualização feita pelo Sistema Nacional de Emergências do Uruguai, sobre a situação das diferentes fontes de incêndios que afetam o país, as regiões mais afetadas são Canelones, Paysandú e Río Negro.

Nos arredores de Algorta, a situação se tornou um pouco complexa. Bombeiros e exército, em conjunto com a Prefeitura e empresas florestais, estão trabalhando para mitigar as chamas em Río Negro. A área afetada apenas nos arredores de Algorta foi estimada entre 3, 5 mil e 4 mil hectares, embora o fogo continue a se espalhar, então, ao final do dia, a área afetada deverá ser maior.





Source link

Leave a Comment