Actor Alec Baldwin Hands Over Cell Phone To Police In Rust Shooting Investigation


Alec Baldwin entrega celular em investigação de filmagem

O tiroteio fatal ocorreu no set do filme Rust no mês passado, em dezembro.

Nova Iorque:

Alec Baldwin entregou seu celular às autoridades enquanto investigam o tiro fatal de um diretor de fotografia no set de filmagem de “Rust”, quase um mês depois que um mandado foi emitido para o dispositivo.

O ator norte-americano estava segurando uma arma Colt durante um ensaio para o faroeste sendo filmado no Novo México em outubro, quando disparou um tiro ao vivo, matando Halyna Hutchins.

A polícia está investigando por que munição real estava presente no set e solicitou o telefone de Baldwin em meados de dezembro, alegando que “pode ​​haver evidências no telefone” que podem ser “materiais e relevantes para esta investigação”.

O iPhone de Baldwin foi entregue à polícia no condado de Suffolk, no estado de Nova York, onde ele tem uma casa.

Eles coletarão informações do dispositivo e fornecerão suas descobertas às autoridades do Novo México, disse à AFP um porta-voz do Gabinete do Xerife de Santa Fé.

O escritório do xerife ainda não recebeu os dados a serem recuperados do telefone de Baldwin, disse o porta-voz.

Os investigadores disseram que queriam ver mensagens de texto e e-mails enviados de e para Baldwin – produtor e ator de “Rust” – sobre o projeto.

O mandado de busca para seu telefone dizia que Baldwin havia trocado e-mails com o armeiro do filme sobre o tipo de arma a ser usada na cena.

A correspondência com o advogado de Baldwin e sua esposa contida no telefone não será entregue, sob um acordo entre o Sr. Baldwin e o promotor público de Santa Fé.

O gabinete do xerife disse anteriormente que as negociações sobre “preocupações jurisdicionais” atrasaram a transferência do telefone.

Baldwin postou um vídeo desconexo no fim de semana em que insistia que as alegações de que não estava cumprindo a investigação eram “uma mentira”.

Os promotores ainda não apresentaram acusações criminais sobre a tragédia e se recusaram a descartar acusações contra qualquer pessoa envolvida, incluindo Baldwin.

Baldwin disse que foi informado de que a arma não continha munição real, foi instruído por Hutchins a apontar a arma na direção dela e não puxou o gatilho.

(Exceto pela manchete, esta história não foi editada pela equipe da NDTV e é publicada a partir de um feed sindicado.)



Source link

Leave a Comment