Brazil Approves Covid Vaccine For Children Aged 5-11 Amid Surge In Cases


Brasil aprova vacina Covid para crianças de 5 a 11 anos em meio a surtos de casos

Covid no Brasil: O Brasil registrou 18.759 novos casos em 24 horas em seus dados mais recentes.

Brasília:

As autoridades de saúde brasileiras autorizaram as vacinas da Covid-19 para crianças de cinco a 11 anos na quarta-feira, já que o país mais populoso da América do Sul enfrenta um rápido aumento de casos devido a feriados e a chegada da variante Omicron.

O sinal verde final do Ministério da Saúde do Brasil chega três semanas depois que a agência reguladora independente de medicamentos do país, a Anvisa, declarou que a dose infantil da Pfizer-BioNTech é segura e eficaz.

“A todos os pais que quiserem vacinar seus filhos, o Ministério da Saúde vai garantir doses da vacina (Covid)”, disse o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em Brasília.

A polêmica abundou no Brasil até o anúncio de quarta-feira, com muitos alegando um atraso indevido por parte do governo.

O presidente Jair Bolsonaro, que não se vacinou e disse que não vai imunizar sua filha Laura, de 11 anos, pediu semanas atrás para divulgar os nomes dos responsáveis ​​pela decisão da Anvisa, desencadeando uma onda de ameaças.

A autorização final vem em meio a uma taxa crescente de infecções no país e uma luta para reparar o site da Covid hackeado pelo ministério da saúde.

O Ministério da Saúde do Brasil registrou 18.759 novos casos em 24 horas em seu último dado divulgado terça-feira, o maior nível desde 5 de outubro.

A média de sete dias também subiu para 9.876 novos casos, ante 5.033 na terça-feira anterior e 3.386 na semana anterior.

O rápido aumento da taxa de novas infecções segue uma tendência observada em outras nações onde o Omicron se consolidou.

“Teremos crescimento da variante Omicron aqui como em todos os outros países”, disse Ethel Maciel, epidemiologista da Universidade Federal do Espírito Santo.

“Os feriados de Natal e Ano Novo e a variante Omicron contribuíram muito”, explicou ela.

Mas ela também observou que o Brasil “tem um acúmulo de dados devido a um problema com o sistema de rastreamento”, o que significa que o site está sendo atualizado, o que aumenta o número de casos.

O problema decorre de um ataque cibernético no mês passado que desabilitou o site do governo de rastrear infecções e mortes, enquanto permitia que hackers roubassem dados pessoais e apagassem os passes de saúde dos cidadãos.

As autoridades do Rio de Janeiro, preocupadas com o impacto crescente da Omicron, anunciaram na terça-feira o cancelamento das celebrações do carnaval de rua no mês que vem.

Depois dos Estados Unidos, o Brasil tem o segundo maior número de mortes devido à Covid, com cerca de 620.000 desde o início da pandemia global.

(Esta história não foi editada pela equipe NDTV e é gerada automaticamente a partir de um feed sindicado.)



Source link

Leave a Comment