Brussels Deplores Russia’s Move To Blacklist European Union Officials From Entering Country Over Ukraine Crisis


UE deplora Rússia por proibição de entrada de funcionários, promete 'resposta apropriada'

O movimento de olho por olho da Rússia ocorre depois que West alertou Moscou sobre uma resposta coordenada massiva sobre a Ucrânia.

Bélgica:

A UE disse na sexta-feira que “deplorou” a decisão da Rússia de adicionar vários funcionários da UE a uma lista de pessoas proibidas de entrar no país.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse na sexta-feira que a medida era uma penalidade recíproca, em um momento de tensões crescentes entre Bruxelas e Moscou sobre o conflito na Ucrânia.

“A União Europeia deplora a decisão das autoridades russas de proibir a entrada de um número desconhecido de representantes de Estados membros e instituições da UE na Rússia”, disse um porta-voz da UE em comunicado.

“Esta decisão carece de qualquer justificação legal e transparência e terá uma resposta apropriada”, acrescentou o comunicado.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse que a medida também visava “empresas militares privadas europeias que operam em várias regiões do mundo”, sinalizando que as proibições também pretendiam ser uma resposta às sanções da UE ligadas à empresa Wagner.

Em dezembro, os ministros das Relações Exteriores europeus concordaram em aplicar sanções a alvos ligados à Wagner – uma empresa secreta acusada de agir para desestabilizar a Ucrânia e partes da África.

A UE diz que o grupo trabalha em nome do Kremlin em zonas de conflito.

As sanções de olho por olho ocorrem quando o Ocidente alertou a Rússia sobre uma resposta coordenada massiva se lançar um ataque à vizinha Ucrânia.



Source link

Leave a Comment