Russian Build-Up In Ukraine On Table As NATO Meets For Emergency Talks


A Rússia se fortalece na Ucrânia enquanto a OTAN se reúne para negociações de emergência

Rússia-Ucrânia: a Rússia conquistou a região ucraniana da Crimeia em 2014.

Bruxelas:

Os ministros das Relações Exteriores da Otan realizarão uma videoconferência de emergência na sexta-feira para discutir o aumento militar da Rússia em torno da Ucrânia, após uma série de demandas de Moscou, disse a aliança.

As tensões aumentaram nos últimos meses, quando o Ocidente avisou que o Kremlin poderia estar planejando uma invasão em grande escala de seu vizinho após reunir cerca de 100.000 soldados na fronteira.

Autoridades de alto escalão dos Estados Unidos e da Otan devem manter conversações com a Rússia na próxima semana, depois que Moscou fez uma lista de exigências para Washington e a aliança militar ocidental.

O Kremlin insiste que a Otan nunca deve conceder adesão à ex-Ucrânia soviética e deve recuar suas forças perto da fronteira com a Rússia.

Mas o Ocidente rejeitou o que chama de uma oferta de Moscou para ditar o futuro dos parceiros independentes e ameaçou Moscou com “custos severos” se iniciar uma nova incursão na Ucrânia.

O governo do presidente Joe Biden procurou assegurar aos cautelosos aliados europeus que agirá em conjunto com eles, rejeitando sugestões de que poderia buscar um acordo ao estilo da Guerra Fria que afete a Europa sem sua participação.

A última reunião do Conselho OTAN-Rússia foi realizada em 2019 e as relações entre os dois ex-inimigos da Guerra Fria foram congeladas em meio a uma profunda desconfiança mútua.

A OTAN insistiu que permanece aberta ao diálogo e já acusou Moscou de rejeitar seu convite para manter novas negociações.

A Rússia conquistou a região ucraniana da Crimeia em 2014 e é acusada de fomentar um conflito sangrento no leste do país que matou mais de 13.000.

(Esta história não foi editada pela equipe NDTV e é gerada automaticamente a partir de um feed sindicado.)



Source link

Leave a Comment