The risks for inertial inflation in Brazil


Os preços ao consumidor subiram mais rápido no Brasil no ano passado do que em qualquer momento desde 2015, quando o país enfrentou o pico do que foi, na época, sua pior recessão já registrada. A taxa de inflação oficial ficou em 0,73% em dezembro e 10,06 por cento para o ano inteiro. A inflação não foi apenas acima das expectativas, mas generalizada, com três em cada quatro produtos pesquisados ​​se tornando mais caros ao longo de 2021.

Para 2022, os economistas concordam que os aumentos de preços devem desacelerar – mas pode não ser a inflação de “curta duração” que muitos esperavam no início da pandemia. As condições meteorológicas…

Acesse todo o The Brazilian Report
Comece sua avaliação gratuita de 7 dias.

Teste grátis





Source link

Leave a Comment